Pesquisadora recebe Medalha do Mérito do Conselho Federal

A engenheira-agrônoma Maria Urbana Nunes, pesquisadora da Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE), recebeu, na noite de quarta (15), a Medalha do Mérito do Sistema do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia – Confea/Crea e Mútua, entidades oficiais que representam a categoria no Brasil.

Urbana foi uma das doze personalidades agraciadas com a medalha entregue durante a noite de abertura da Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (77ª Soea), que ocorreu de forma virtual com a exibição de vídeos dos homenageados, com transmissão pela Internet para mais de 11 mil inscritos.

Foram homenageados 27 profissionais e entidades em reconhecimento de sua contribuição para a valorização e a regulamentação das profissões inseridas no Sistema Confea/Crea.

“Agradeço pela homenagem. É um reconhecimento público pelo trabalho que realizo como pesquisadora da Embrapa, desenvolvendo tecnologia para uma agricultura sustentável. Esta homenagem é uma conquista, resultado não apenas do meu empenho profissional, mas também da colaboração de muitas pessoas que no decorrer da minha vida profissional contribuíram para a concretização deste momento. Gratidão a todos”, afirmou Maria Urbana.

“É uma profissional com vasta e rica contribuição para a engenharia sergipana, em especial para agronomia”, declarou o presidente do Crea-SE Jorge Silveira ao parabenizar a pesquisadora

Urbana possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Lavras (1976), mestrado em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Lavras (1980) e doutorado em Fitotecnia (Produção Vegetal) pela Universidade Federal de Viçosa (1991).

Atua como pesquisadora da Embrapa Tabuleiros Costeiros desde 1980, com ênfase em Sistemas Agroecológicos de Produção, atuando principalmente em biodiversidade, manejo e tratos culturais, adubação com fontes naturais de nutrientes, aproveitamento de resíduos agroindustriais com ênfase na casca de coco e outros resíduos do coqueiro, substratos agrícolas e produção de adubos orgânicos.

Em 2018, foi a primeira mulher a ser reconhecida com o título de Agrônoma do Ano pela Associação de Engenheiros-Agrônomos de Sergipe (AEASE).

Confira a lista completa de homenageados nas suas respectivas categorias:

– Inscrição no Livro do Mérito do Sistema Confea/Crea e Mútua

Geólogo Eberhard Wernick (SP)
Engenheiro eletricista Augusto Fleury Veloso da Silveira (GO)
Engenharia florestal Marília Locatelli (RO)
Geólogo Cleverson Cabral (MT)
Engenheiro civil Jaime Rotstein (RJ)
Engenheiro agrônomo Dirceu Neri Gassen (RS)
Engenheiro industrial Ascânio Pruner (SC)
Engenheiro civil Mário de Mari (PR)
Engenheiro civil Hermínio Filomeno da Silva Neto (PE)
Engenheiro agrônomo Valério Ribon (ES)
Engenheiro agrônomo Aderaldo Leocádio da Silva (PB)
Engenheiro civil Ivan Lúcio Pereira (MG)
– Medalha do Mérito

Geólogo Waldir Duarte da Costa (PE)
Engenheiro civil Antônio Nunes de Miranda (CE)
Engenheiro mecânico Jorge Nei Brito (MG)
Engenheiro eletricista Belchior de Oliveira Rocha (RN)
Engenheiro civil João Sérgio Cordeiro (SP)
Engenheiro civil Marcos José Tozzi (PR)
Engenheiro agrônomo Adriano da Silva Lopes (MS)
Engenheira agrônoma Maria Urbana Correa Nunes (SE)
Engenheira agrônoma Flávia Rabelo Barbosa Moreira (GO)
Engenheiro arquiteto Creso Villela (DF)
Engenheiro agrônomo Jose Maria Hesketh Conduru Neto (PA)
Engenheiro civil e engenheiro industrial – elétrico Luis Roberto Andrade Ponte (RS)
– Menção Honrosa do Sistema Confea/Crea e Mútua

Tupy S.A. (SC)
Romagnole Produtos Elétricos S.A. (PR)
Universidade de São Paulo – USP (SP)

* Com informações das Equipes de Comunicação do Confea e Crea-SE

 Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *