FAEMG premia produtores de destaque do Programa ATeG Balde Cheio

O Programa de Assistência Técnica e Gerencial do Sistema FAEMG/SENAR/INAES encerra mais um ciclo em grande estilo: em 3 de agosto, 21 produtores de leite serão agraciados durante solenidade virtual na Premiação ATeG Balde Cheio. O evento será transmitido ao vivo pelo canal do Sistema FAEMG no YouTube, a partir das 18h.

O prêmio marca o fim do ciclo de dois anos dos primeiros grupos da pecuária leiteira dentro do programa. Serão premiados os produtores de melhor desempenho de cada grupo, bem como três técnicos e um supervisor de destaque. O presidente do Sistema FAEMG, Roberto Simões, fará a abertura do evento e o superintendente do SENAR MINAS, Christiano Nascif, encerra a noite. Os dados técnicos serão apresentados pelo analista técnico e coordenador do ATeG Balde Cheio, Rafael Rocha.

“É um momento de fechamento do ciclo para esses produtores que foram os pioneiros no ATeG para pecuária de leite em Minas Gerais. Temos que comemorar muito e premiar todos aqueles que se empenharam para a obtenção de resultados tão relevantes. Tenho certeza que o efeito ao longo da vida de cada produtor e seus familiares será muito positivo e transformador”, avalia o gerente de Assistência Técnica e Gerencial do Sistema FAEMG, Bruno Rocha de Melo.

Reconhecimento

A premiação vem não apenas para reconhecer o trabalho de produtores e equipes de campo e motivar os participantes, mas, também, para ratificar os resultados que provam o sucesso dessas propriedades. Rafael Rocha reforça que a compilação e interpretação dos dados que serão apresentados também serão úteis para avaliações e identificação de pontos de melhoria, “buscando sempre a excelência no atendimento ao produtor rural”.

A pecuária leiteira é, hoje, a maior cadeia produtiva dentro do Programa ATeG, com 4.240 propriedades assistidas. A atividade é, também, um dos principais motores do agro mineiro, obtendo reconhecimento nacional. Para o superintendente do SENAR MINAS, Christiano Nascif, a premiação reflete resultados técnicos advindos das melhores práticas aplicadas pelos produtores em parceria com os técnicos, propiciando o planejamento de ações a serem adotadas para a continuidade do sucesso do Programa.

“Vamos continuar apoiando eventos como estes não somente na cadeia da pecuária leiteira, mas em todas as outras nas quais a metodologia da assistência técnica e gerencial seja trabalhada, haja vista o Cupping do Programa do ATeG Café+Forte na Semana Internacional do Café (SIC), onde analisamos e premiamos os melhores cafés especiais originados dos produtores participantes do ATeG Café+Forte”, concluiu.

Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *