Italianos querem desenvolver bioetanol na América Latina

A NextChem, empresa que atua no ramo de tecnologias limpas, produtos químicos e combustíveis renováveis do grupo italiano Maire Tecnimont Group, em conjunto com a MET Development, subsidiária do mesmo grupo no desenvolvimento de projetos, chegaram a um acordo com a uruguaia subsidiária da holding agrícola FerSam para desenvolver projetos de produção de amônia verde e bioetanol na América Latina.

Pelo acordo, as subsidiárias do Grupo Maire Tecnimont e da FerSam farão estudos de viabilidade de dois projetos industriais, um para produção de amônia verde e outro para produção de bioetanol de segunda geração, com base na tecnologia desenvolvida pela brasileira empresa GranBio.

A NextChem adquiriu direitos exclusivos mundiais para a nova tecnologia de etanol 2G GranBio em 2020, permitindo que a NextChem projete e administre usinas que produzem etanol de segunda geração a partir de biomassa não alimentar, como resíduos agrícolas e florestais.

O Grupo Maire Tecnimont fornecerá soluções tecnológicas e know-how em termos de desenvolvimento, design e engenharia e execução de projetos, combinados com seu portfólio de tecnologias, bem como sua forte capacidade como um desenvolvedor abrangente de projetos complexos de grande escala. A FerSam vai garantir o fornecimento de biomassa como fonte de matéria-prima, bem como as fontes de energia para os projetos, além de fornecer expertise regulatória local.

O Grupo FerSam é uma holding privada que administra o portfólio de ativos controlados pela família Sama-Ferruzzi nos setores agrícola, imobiliário residencial e de private equity. Como parte de seus investimentos ativos, ela possui e administra fazendas agrícolas na América Latina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *