Desempenho exportador das carnes em junho de 2021

Em junho passado, nas exportações de carnes, o único decréscimo de volume em relação ao mesmo mês de 2020 recaiu sobre a carne bovina, cujos embarque recuaram 7,64%. Carne de frango e suína tiveram incremento anual de volume muito próximos – de 13,73% e 12,38%, respectivamente.

As três carnes obtiveram aumento no preço médio, todos superiores a 20%. Ou, mais exatamente, de 20,54% a carne bovina, de 21,04% a carne suína e de 26,81% a carne de frango.

O corolário, claro, foi um incremento generalizado na receita cambial. De 11,33% a carne bovina, de 36,02% a carne suína e de 44,23% a carne de frango.

Somados, os embarques das três carnes apresentaram expansão anual de 7,71%. E as pouco mais de 600 mil toneladas embarcadas no mês geraram receita de US$1,568 bilhão, valor 25,77% superior ao de junho de 2020.

Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *