Preços do açúcar fecham mistos nas bolsas internacionais

Os contratos futuros do açúcar fecharam mistos nesta terça-feira (29) nas bolsas internacionais. Segundo operadores ouvidos pela Reuters, o mercado avalia uma falta de demanda próxima, o que pesa sobre os contratos. No entanto, as preocupações com a safra brasileira e a tendência de dias mais frios no inverno dão suporte à commodity na casa dos 17 centavos de dólar.

Ontem, na ICE, de Nova York, o açúcar bruto, no vencimento julho/21, que expira hoje, terminou estável, negociado em 17,23 centavos de dólar por libra-peso, mesma cotação da véspera. Já a tela outubro/21 fechou em baixa de 7 pontos, negociada em 17,54 cts/lb. Os demais contratos desvalorizaram entre 4 e 10 pontos.

Açúcar branco

Em Londres o açúcar branco fechou no vermelho na maioria dos lotes. O vencimento agosto/21 foi contratado a US$ 432,40 a tonelada, recuo de 90 cents de dólar. Já as telas de outubro e dezembro/21 subiram, respectivamente, 2,30 e 1,60 dólar. A tela março/22 fechou estável, enquanto que os demais contratos caíram entre 10 e 60 cents de dólar.

Açúcar cristal

No mercado doméstico o açúcar cristal, medido pelo Indicador Cepea/Esalq, da USP, fechou desvalorizado em 2,47%, com a saca de 50 quilos negociada em R$ 114,98, contra R$ 117,89 a saca da véspera.

Etanol hidratado

Pelo Indicador Diário Paulínia o etanol hidratado fechou com pequena variação positiva nesta terça-feira. O metro cúbico do biocombustível foi negociado em R$ 2.877,00 alta de 0,09% no comparativo com a véspera, quando o hidratado foi negociado em R$ 2.874,50 o m³.

Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *