Volume de vendas de cerveja no Brasil é o maior dos últimos seis anos

A pandemia do novo coronavírus fez com que, em 2020, o mercado cervejeiro entrasse em alerta com receio de registrar queda no faturamento, assim como outros setores. Surpreendentemente, o setor registrou crescimento. De acordo com uma pesquisa divulgada pela Euromonitor, o volume de vendas de cerveja no Brasil, no ano passado, foi o maior dos últimos seis anos, batendo 13,3 bilhões de litros. E como foi necessário o consumidor migrar da mesa do bar para o sofá da sala, o número de brasileiros que apreciaram uma cerveja em casa saltou para 68,6% em 2020, ante os  64,6% de 2019, de acordo com a Kantar.

“Antes os brasileiros tinham o hábito de consumirem cervejas mais populares nos bares e restaurantes, e, com o isolamento, as pessoas descobriram que o universo das cervejas especiais é muito vasto, com isso decidiram experimentar cervejas com rótulos diferenciados, expostas na gôndola do mercado ou nos aplicativos de delivery”, explica Scott Ashby, fundador da cervejaria Ashby. A marca surgiu em 1993, na cidade de Amparo (SP) e é conhecida como a primeiro micro cervejaria do país.

Nesse período, a cultura cervejeira ainda não era tão avançada como é hoje, então os brasileiros só conheciam dois estilos: Pilsen e Malzebier. Foi então que Scott decidiu lançar no mercado brasileiro a primeira cerveja Pale Ale. De coloração clara e alta fermentação, o estilo surgiu na Inglaterra, em meados de 1640. “Hoje temos diversas opções de cervejas disponíveis no mercado, e nosso objetivo é justamente ser a porta de entrada para os consumidores que querem conhecer o vasto universo cervejeiro e descobrir qual é o estilo que mais lhe agrada”, diz o empresário.

Por conta da pandemia, a Ashby teve de se adaptar, e, após mais de 20 anos, lançou no ano passado sua loja virtual, onde comercializa, além de suas cervejas, kits e itens do universo cervejeiro. A ideia de criar a loja surgiu após as medidas restritivas, com o objetivo de atender as regiões que não possuem distribuidores da Ashby ou supermercados que as comercializam. Outra alternativa foi vender growler com chopp direto da fábrica.

“Queremos garantir que o nosso consumidor consiga adquirir nossas cervejas com segurança através de diferentes meios, e, ao mesmo tempo, manter a renda dos nossos distribuidores e funcionários.”, ressalta Ashby. Com 28 anos de história, a marca já conquistou 12 prêmios internacionais e nacionais, e, nos últimos anos, tem apostado em cervejas produzidas com framboesa, cacau e pêssego – uma estratégia para atrair novos consumidores interessados em rótulos diferenciados.

Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *