Parceria vai trazer bioativadores feitos de alga marinha

A multinacional holendesa Koppert do Brasil está firmando uma parceria com a canadense Acadian Plant Health do Brasil com o objetivo de comercializar R$ 50 milhões em bioativadores na temporada 2021/2022. “Os produtos da Acadian, formulados com o extrato da alga marinha Ascophyllum nodosum, serão oferecidos dentro do Sistema Integrado Koppert, que compreende um mix de insumos biológicos que tem como objetivo de aumentar a resiliência e a produtividade dos principais cultivos comerciais”, dizem as empresas.

Nesse cenário, a Koppert lançou duas marcas comerciais de biotivadores há dois anos – Stingray e Roadster, e posicionou a Acadian como fornecedora de seu portifólio de bioativadores que destinados às culturas de grãos, cana-de-açúcar e HF em geral. “Agora, decidimos integrar as equipes comerciais e acelerar os negócios. Estamos também com sinergia global para o desenvolvimento de novos produtos e formulações”, explica o gerente B2B da Koppert, André Cerignoni.

A bioativação é bastante demandada pelos produtores em todas as culturas de importância econômica, e vem mostrando sua viabilidade também em cultivos extensivos, trazendo um retorno importante para os clientes Koppert. “A interação entre as empresas e as tecnologias vêm mostrando resultados positivos na condução do estresse abiótico sofrido pelas plantas devido às secas ou baixas temperaturas, promovendo uma estabilização no processo produtivo”, diz Cerignoni.

“Queremos combinar e oferecer duas tecnologias cientificamente comprovadas, a bioativação e o controle biológico, para produtores que buscam um modelo sustentavel para obter maiores colheitas com rentabilidade”, conclui o diretor de marketing e distribuicao da Acadian Plant Health, Daniel Gheller.

Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *