Brasil registra aditivo natural para bovinos

O Ministério da Agricultura registrou um aditivo nutricional de base 100% natural para bovinos de corte e leite a pasto e confinados. O Fator P, fabricado pela Premix, está na categoria aditivos zootécnicos, que são substâncias utilizadas para influenciar positivamente na melhoria do desempenho animal.

Resultado de mais de 20 anos de pesquisas, o produto é formulado e produzido com tecnologias inovadoras e naturais, desenvolvidas com o propósito de atuar como aditivo para dietas de ruminantes. Além de bovinos de leite e corte, pode ser usado em bubalinos, caprinos e ovinos, equinos, asininos e muares.

O produto vem sendo utilizado em diversos projetos nutricionais ao longo dos últimos anos e tem demonstrado sua eficiência como substituto para a redução do uso de ionóforos e antibióticos nas dietas de bovinos e demais ruminantes. Além disso, se destaca como opção para produção sustentável na pecuária, principalmente na redução de gases do efeito estufa.

Segundo Lauriston Bertelli Fernandes, diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da marca, o registro credencia como modulador ruminal, já que ele garante a melhora da produção de energia, aumenta a síntese proteica e reduz o metano entérico, além de auxiliar no sistema imune e reduzir efeitos negativos de estresse dos animais.

“A certificação significa uma mudança de patamar para o Fator P. A partir de agora, todos os nutricionistas de ruminantes e equinos terão à disposição um aditivo moderno, natural, alinhado com a sustentabilidade e devidamente registrado para uso na produção animal, visando melhorias de desempenho”, finaliza Bertelli.

Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *