Contratos futuros do açúcar recuperam parte das perdas e iniciam semana em alta

Os contratos futuros do açúcar recuperaram parte das perdas das últimas sessões e iniciaram a semana em alta nas bolsas internacionais. Com preços mais baixos no início da sessão de ontem, muitos compradores aproveitaram as liquidações para reporem estoques.

Na ICE de Nova York, o açúcar bruto fechou, no vencimento julho/21, cotado em 16,78 centavos de dólar por libra-peso, alta de 35 pontos no comparativo com os preços de sexta-feira. Já a tela outubro/21 subiu 41 pontos, negociada em 17,07 cts/lb. Os demais lotes subiram entre 32 e 41 pontos.

Segundo a Reuters, “operadores afirmaram que players entraram no mercado após fundos continuarem desenrolando suas posições compradas em açúcar nesta manhã (de ontem), seguindo a liquidação vista na semana passada”.

“Apesar do cenário continuar incerto, e os custos de frete manterem alguns compradores longe dos mercados físicos, os corretores afirmaram que a queda recente fez com que o mercado atraísse mais consumidores”, afirmou a Reuters.

Outro suporte para a alta, segundo analistas, são os preços mais remuneradores para o etanol no Brasil, do que para o açúcar, o que estimula as usinas a produzirem mais o biocombustível.

Relatório apontado pela Reuters, destacou, ainda, que “o plano do governo da Índia de aumentar gradualmente a mistura de etanol na gasolina, poderia ser a maior mudança no mercado mundial de açúcar desde a reforma do açúcar na Europa, e possivelmente levar a um mercado otimista”.

Açúcar branco

Em Londres o açúcar branco também fechou em alta em todos os lotes. O vencimento agosto/21 iniciou a semana cotado a US$ 425,70 a tonelada, alta de 2,30 dólares, ou 0,5% no comparativo com os preços de sexta-feira. Já o lote para outubro/21 subiu 3,80 dólares, negociado em US$ 440,20 a tonelada. Os demais contratos valorizaram entre 4,70 e 7,20 dólares.

Açúcar cristal

No mercado interno o açúcar cristal iniciou a semana em baixa pelo Indicador Cepea/Esalq, da USP. Ontem, a saca de 50 quilos foi negociada em R$ 114,23 contra R$ 115,37 de sexta-feira, baixa de 0,99% no comparativo.

Etanol hidratado

O etanol hidratado, medido pelo Indicador Diário Paulínia manteve sua trajetória de queda nesta segunda-feira, registrando a 10ª desvalorização seguida. O metro cúbico do biocombustível foi negociado ontem em R$ 2.866,50, baixa de 0,05%, ou 2,50 reais no comparativo com os preços praticados na sexta-feira.

Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *