Preços do sulfato de amônio seguem em alta

Os preços do sulfato de amônio estão seguindo em alta no mercado internacional, de acordo com informações que foram divulgadas pela GlobalFert. Nesse cenário, houve aumento de 11% no preço em relação a maio de 2020, registrando o maior valor desde fevereiro de 2020.

“O preço FOB na Ásia também demonstrou aumento mantendo a crescente de valores que vem acontecendo gradualmente desde o início do ano. A China, maior fabricante e exportador de SA, movimentou a demanda em maio e isso, aliado à parada para manutenção de algumas fábricas e aumento do custo das matérias-primas, implicou em preços elevados no mercado internacional. O ácido sulfúrico, um dos direcionadores de custo do SA, apresentou aumento de 10% em relação ao último mês, sendo o maior valor dos últimos 7 anos para o mês, influenciando na alta dos preços. Esse aumento do ácido sulfúrico relaciona-se à baixa disponibilidade de Enxofre, que é utilizado na produção. A amônia, outra matéria-prima do Sulfato de Amônio, também registrou aumento de preço em 2021”, diz a GlobalFert.

Nesse sentido, ocorreram negociações no mercado interno e externo que implicaram em aumento de preços no Mar Negro e na Europa. “Houve redução da oferta na Holanda devido à uma paralisação da fábrica da Fibrant, o que ajudou a impulsionar os preços na região, que vinham em queda no mês passado”, indica.

“No Brasil, o aumento de preços continua, com registro de alta no preço médio CFR em Paranaguá, no comparativo com os meses anteriores. O maior volume de importações de Sulfato de Amônio teve origem na China com 89 mil toneladas em maio, representando 78,3% do total, onde os preços tiveram aumento de 3,2% em média”, conclui.

Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *