Cebolas Superseed oferecem alta produtividade para o agricultor

No Brasil, o mercado de cebolas vem se segmentando cada vez mais devido às diferenças climáticas entre as regiões produtoras e, também, por necessidades distintas dos produtores. Por isso, o produtor precisa estar atento com a escolha de qual híbrido trabalhar. Cada material possui uma particularidade que possibilita sua melhor adaptação em determinado local ou época de semeio.

Para atender melhor esta demanda, a Superseed, linha de sementes de alta tecnologia da Agristar do Brasil, traz em seu portfólio as cebolas híbridas Montesina e Celebra. Os materiais vêm se destacando no cenário nacional, pois apresentam características muito importantes aos produtores, como, por exemplo, elevado potencial produtivo e resistência às principais doenças que atacam a cultura.

A variedade Montesina ganha destaque entre os produtores de cebola, pois é adaptada ao cultivo nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Bahia, além de apresentar folhagem vigorosa e ser tolerante ao ataque de doenças. “Os bulbos são de formato arredondado e de coloração amarela, as plantas apresentam estalo uniforme quando maduras e uma das principais características que o material possui e tem despertado a atenção dos produtores é o sistema radicular vigoroso e resistente ao ataque da Raiz Rosada. Esta resistência permite que os produtores realizem o cultivo de cebola em áreas onde a presença deste fungo é um limitante à produção”, de acordo com o especialista em Bulbos e Raízes da Agristar do Brasil, Samuel Sant’Anna.

O produtor André Alves da Silva, de Lagoa do Agostinho (BA), confirma que o rendimento da produção é um diferencial da Montesina. “Ela é uma cebola muito boa. Os bulbos nascem rapidamente e tenho ótimo rendimento de cebolas caixa 2 e 3, na lavoura”.

Outro material que tem chamado a atenção dos produtores é a cebola Celebra. A variedade é recomendada para o cultivo na região Nordeste, com semeio indicado entre os meses de abril a julho. Além de apresentar resistência à Raiz Rosada, a Celebra também é tolerante ao Fusarium e a doenças foliares.

“Outras importantes características deste material são bulbos de formato arredondado e com excelente coloração de casca. A planta, quando completa seu ciclo fisiológico, apresenta estalo uniforme. A Celebra traz ainda elevado potencial produtivo e alto rendimento de bulbos de classificação caixa 3”, afirma o especialista.

Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *