Embrapa atualiza Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) para cultivo de girassol

A reunião de validação será aberta ao público, no dia 20/05, às 10 horas (horário de Brasília) pelo link :https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/zarc.

O Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) para o cultivo de girassol em todos os estados do Brasil será atualizado durante Reunião de Validação na manhã da próxima quinta-feira, 20/05, durante transmissão virtual realizada pela Embrapa. O Zarc indica os períodos favoráveis para plantio ou semeadura por cultura e por município, levando em consideração as características do clima, o tipo de solo e ciclo das cultivares. A tecnologia é útil para o produtor evitar que adversidades climáticas coincidam com as fases mais críticas das culturas e reduzam a produtividade.

A Reunião de Validação será coordenada por José Renato Bouças Farias, pesquisador da Embrapa Soja; com moderação de Silvando Carlos da Silva. Pela Embrapa Amapá, atuará como ponto focal o pesquisador Adilson Lopes Lima.

Os resultados do Zarc publicados por meio de Portarias da Secretaria de Política Agrícola (Mapa) servem de parâmetros ao Proagro, ao Proagro Mais, ao Seguro Rural, e alguns agentes financeiros. A tecnologia do Zarc foi lançada em 1996. É coordenada pelo Ministério da Agricultura, a partir de metodologia desenvolvida pela Embrapa, e financiamento do Banco Central.É de fácil entendimento, utilizada por produtores rurais, agentes financeiros e demais usuários, e pode ser acessada pelo aplicativo Plantio Direto (disponível no Google Play e App store).

Acesse os resultados também pelo APP Plantio Certo
https://www.embrapa.br/busca-de-solucoes-tecnologicas/-/produto-servico/6516/aplicativo-zarc—plantio-certo

Validação ZARC Girassol para todo Brasil
Data: 20/05/2021 (quinta-feira)
Horário: 10h (horário de Brasília)
Link: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/zarc

ZARC no Amapá
Desde 2018 foi realizado o ZARC para diversas culturas no Amapá: algodão herbáceo, amendoim, arroz irrigado, banana, cacau, citros, feijão-caupi, mamona, mandioca, melancia, milho, milheto, soja, sorgo granífero e sorgo forrageiro.

Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *