Produtores de milho já acionam seguro por perdas na safrinha

O Departamento de Economia Rural do Estado do Paraná (Deral-PR) informou nesta segunda-feira, 10 de Maio, que alguns produtores rurais já estão acionando o seguro rural em função das quebras na segunda safra de milho, a popularmente chamada “safrinha”. “Na região de Apucarana, as chuvas não acontecem há 43 dias e o potencial produtivo continua diminuindo”, destaca a Consultoria AgResource Brasil.

A entidade de economia rural paranaense afirma que esta semana será crucial em termos de avaliações das perdas nas culturas do milho. “Em Umuarama, algumas das lavouras do cereal estão praticamente perdida pois não receberam precipitações após a germinação”, complementam os analistas.

Nesta quarta-feira 12 de Maio, lembra a AgResource Brasil, a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) vai divulgar nova revisão da safra brasileira. “A expectativa é que os números revelem o quadro crítico que a safrinha de milho passa, principalmente o Paraná”, projetam os especialistas.

ESTADOS UNIDOS

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) informou, também nesta segunda-feira, 10 de Maio, que o plantio de milho no país alcançou 67% da área, ante 46% na semana anterior. Agora, apontam os analistas, os trabalhos de campo estão adiantados na comparação do o ciclo anterior (65%) e com a média dos últimos cinco anos, de 52%.

A AgResource acredita que “as chuvas que atingiram o cinturão agrícola do país norte-americano ajudaram os produtores rurais a darem este salto no plantio, além da grande frota de máquinas, que possibilita que o ritmo de semeadura ganhe bastante força. Em Iowa, maior produtor de milho, os trabalhos alcançaram 86% da área”.

O USDA informou também que 20% do cereal plantado já está em fase de emergência, ante 8% na semana passada. No ciclo anterior, o número estava em 22% e na média, 19%.

Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *