Empresa de melhoramento genético bovino cresce 300% nos últimos 10 anos

Número é fruto do trabalho na seleção de raças taurinas e zebuínas voltadas para a produção de leite e carne

A GENEX é uma das empresas líderes no segmento de inseminação artificial (IA) no Brasil, com foco na venda de qualidade genética nas raças taurinas e zebuínas voltadas para a produção de leite e carne. O crescimento exponencial acompanhou – e por vezes superou – o do próprio mercado nacional, que tem os dados divulgados pela Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia). Em 2019, essa evolução atingiu a incrível marca de 300% de crescimento, em volume de doses vendidas, nos últimos 10 anos.

Para o diretor-executivo da GENEX no Brasil, Sergio Saud, entre os principais fatores para esse crescimento está o pioneirismo da cooperativa em trazer a melhor genética americana ao País, com investimentos na raça Angus, e apostando no cruzamento industrial com o gado Nelore, movimento que alavancou as vendas de sêmen bovino e a utilização da Inseminação Artificial no país.

Com raçadores Angus e Red Angus, a bateria da GENEX sempre foi considerada a mais completa e diversificada do mercado. O investimento forte na raça taurina resultou em animais que marcaram a história da empresa e da raça, com os renomados, Traveller 004, Net Worth, Bismarck, Resource, Mission Statement, entre outros. E continua sendo a melhor seleção de touros importados do mercado, oferecendo animais com alto valor genético, adaptabilidade e elevada fertilidade.

Essa filosofia de trabalho também é aplicada no Nelore, e fez com que a GENEX despontasse como uma grande fornecedora de sêmen desta raça. “Fomos em busca de reprodutores que unissem a genética com desempenho fenotípico, avaliação intrarrebanho por meio de programas de melhoramento e de avaliação morfológica, que identificassem os melhores animais jovens, mas que também fossem promessas para o futuro”, explica a gerente de produto corte, Juliana Ferragute. Desse trabalho nasceram alguns dos animais que mais se destacaram na bateria de corte zebu, como o Coronel da MN, o Ormon da EAO, Imediato Tul entre outros.

No leite, o trabalho teve início com as raças Holandês e Jersey, focando em touros produtivos, que gerassem vacas saudáveis e altamente produtivas. Uma busca constante, como explica o gerente de produto leite, Bruno Scarpa Nilo, por animais mais saudáveis, longevos, com maior produção e sempre embasados em índices de saúde e produção, como Vida Produtiva, PTA Leite, Mérito Líquido Vitalício, entre outros.

Nos últimos três anos a GENEX vem utilizando o ICC$ – Índice da Vaca Ideal, concebido pela empresa para reproduzir a rentabilidade e eficiência das filhas dos touros por meio de indicadores econômicos em tempo real, baseando-se nos princípios genéticos para atender as necessidades dos produtores. Desde então, o ICC$ vem sendo cada vez mais adotado para a seleção de touros em todo o mundo.

Desse trabalho, construído ao longo de 15 anos, surgiram animais que foram largamente utilizados em planteis de todo o Brasil, como Freddie, Hill, Dividend, Cespedes, ToyStory, Super, entre outros, que foram pais de touros utilizados em diversas centrais.

As mesmas filosofias de trabalho no Holandês e no Jersey foram também aplicadas ao Girolando e ao Gir, com foco na alta produção, em saúde e que tolerem os sistemas de produção desafiadores existentes no Brasil. “Buscamos os animais que se destaquem nos rebanhos parceiros para identificar aqueles que são superiores, para que assim, possamos multiplicar essas características”, detalha Scarpa Nilo.

Melhoria contínua

No Brasil desde 2005, a GENEX seguiu a mesma filosofia que rege a sua precursora nos Estados Unidos, a GENEX Cooperative: fornecer soluções genéticas e reprodutivas avançadas para produtores de leite e carne em todo o mundo, e que trabalha pelo sucesso dos seus membros, clientes e colaboradores.

Seguir esses preceitos, explica Saud, contribuiu para os resultados obtidos nos últimos 10 anos. “Esses 300% de crescimento foram construídos por uma combinação de fatores: produtos de qualidade, foco em fertilidade, satisfação em prestar um serviço de excelência, estruturação dos processos internos e uma equipe de vendas muito qualificada”.

Saud acrescenta que hoje a empresa tem uma logística de alta qualidade, treinamentos constantes para a equipe comercial e processos modernos de trabalho, que são aperfeiçoados continuamente. O mais recente foi a criação do CenaGENEX (Central de Atendimento GENEX), departamento que atua diretamente no suporte administrativo de vendas, voltado a atender as demandas das equipes e prestar um atendimento de excelência aos clientes.

“O sucesso de nossos clientes e colaboradores é a paixão que nos move”, completa Saud.

Fonte: Attuale Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *