SEM APOIO:Cenário é desfavorável a Eduardo Bolsonaro em Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. Confira outras informações na coluna JPM desta sexta-feira(1)

FALOU DEMAIS
A situação está péssima para o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) no Conselho de Ética da Câmara, se o caso do parlamentar for mesmo parar no colegiado. O filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou ontem que se a esquerda radicalizar será preciso um “novo AI-5” no país. A oposição já trabalha para o caso ir para o colegiado
ARREPENDIMENTO

O deputado federal Eduardo Bolsonaro afirmou ontem que “talvez tenha sido infeliz” ao dizer que havia a possibilidade de um “novo Ato Institucional número 5” no Brasil.

BASE DE APOIO

O chamado “blocão” tem 24 das 42 vagas de titulares e de suplentes. Sem uma base de apoio até agora, o governo trabalha para evitar a qualquer custo que o caso da declaração do deputado de “novo AI-5” avance no conselho,Em tom moderado, o presidente do conselho é Juscelino Filho (DEM-MA disse ver as declarações como “graves”, mas não entrou no mérito do decoro.

TREVAS

Uma das revelações impactantes foi a do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele escreveu nesta sexta-feira (1) no Twitter que “exaltar o período de trevas da ditadura é desmerecer a estatura constitucional da nossa democracia”.

TWITTER DE GILMAR

“O AI-5 impôs a perda de mandatos de congressistas, a suspensão dos direitos civis e políticos e o esvaziamento do habeas corpus É o símbolo maior da tortura institucionalizada. Exaltar o período de trevas da ditadura é desmerecer a estatura constitucional da nossa democracia”, escreveu Gilmar Mendes no Twitter.

AVISO

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje que não irá à posse do presidente eleito na Argentina, Alberto Fernández. A solenidade está marcada para o dia 10 de dezembro, em Buenos Aires.

PRESIDENTE DECIDIDO

Indagado por jornalistas, no Palácio da Alvorada, se iria à posse de Fernández, Bolsonaro respondeu: “Não vou. Decidido”. “Torci, torci pelo outro, mas já que ganhou, vamos em frente. Da minha parte, não tem qualquer retaliação. Espero que eles continuem fazendo uma política conosco, uma semelhante à que o Macri fez até o momento”, continuou o presidente.

FOLHA IMPRESSA

As edições impressas do jornal Folha de S.Paulo em órgãos do governo federal em Brasília parecem estar com os dias contados se depender da vontade do presidente Jair Bolsonaro.”Nenhum órgão aqui do meu governo vai receber o jornal Folha de S.Paulo, aqui em Brasília. Está determinado,”Espero que não me acusem de censura. Quem quiser comprar a Folha de S.Paulo, ninguém vai ser punido por isso, manda o assessor dele, vai lá na banca e compra e se divirta.”disse ele.

EXPECTATIVA

A coluna apurou que é grande a expectativa dos parlamentares no sentido de que que haverá grandes mudanças no pacote de reformas que o ministro da Economia, Paulo Guedes, vai enviar na próxima semana ao Congresso. Em contraponto ao governo, senadores já começaram a se antecipar com propostas com os mesmos temas da agenda do governo Jair Bolsonaro.

AÇÃO DA PF

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (1º) a Operação Mácula, com objetivo de investigar uma embarcação grega suspeita de ter causado o derramamento de óleo que atingiu mais de 250 praias nordestinas brasileiras. A embarcação grega teria atracado em 15 de julho na Venezuela, onde ficou por três dias antes de seguir a Singapura, via África do Sul.

AÇÃO GREGA

“O navio grego está vinculado, inicialmente, à empresa de mesma nacionalidade, porém, ainda não há dados sobre a propriedade do petróleo transportado pelo navio identificado, o que impõe a continuidade das investigações”, informou a PF.

NOVIDADE

A Polícia Federal (PF) inaugura esta sexta-feira (1º) a primeira Delegacia Modelo de Investigação e Análise Financeira do país. A unidade será voltada ao combate de crimes financeiros e a corrupção e fará parte da Superintendência Regional da Polícia Federal no Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *