MAIS DESPESAS: Congresso Nacional dá aval para gastos com carros e reformas de residências. Confira outras informações na coluna JPM desta quinta-feira (4)

 

GASTOS E MAIS GASTOS

Vem mais despesas por ai… O Congresso aprovou  um projeto de lei que autoriza a União a destinar recursos para reformar residências oficiais de ministros do Executivo e de integrantes do Judiciário e do Legislativo. Os parlamentares também deram aval para que o governo compre carros novos para o presidente, o vice-presidente e os ex-presidentes da República.

 

JUSTIFICATIVA

A autorização do Congresso é necessária porque, em 2018, os parlamentares retiraram da Lei de Diretrizes Orçamentárias a permissão para compra de veículos oficiais para o presidente, seu vice e antecessores. Também proibiram a destinação de recursos para a reforma de imóveis funcionais dos Três Poderes.

RENOVAÇÃO DA FROTA

No fim do ano passado, o ex-presidente Michel Temer abriu uma concorrência para renovar a frota no valor de R$ 5,6 milhões. O edital aberto pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) prevê a aquisição de 12 blindados para o presidente e o vice.

 

NOTA DO STF

No caso da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) reservou R$ 14,4 milhões para obras nos apartamentos funcionais dos deputados. Questionados, o Senado e o Ministério da Economia não informaram o valor destinado para reformar os imóveis. O Supremo Tribunal Federal disse não ter previsão de gasto neste ano para este fim. “Atuamos sob demanda, e eventuais emergências são tratadas caso a caso”, disse em nota.

 

 

UFA!!!!

Finalmente a  comissão especial da Câmara aprovou o texto-base da reforma da Previdência por 36 votos a 13, nesta quinta-feira (4). A partir de agora será feita a votação dos destaques, ainda nesta reunião da comissão. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC), após aprovada na comissão, será submetida ao plenário da Câmara. Lá passará por dois turnos de votação antes de seguir para o Senado Federal

MEDIDA INEVITÁVEL

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, confirmou que o governo “possivelmente” fará um novo contingenciamento se houver corte na estimativa oficial do PIB e não houver receita extra, cenário que está se desenhando. Segundo o secretário, um novo congelamento, no entanto, deverá ser de “pequena magnitude”, uma vez que há pouco espaço depois de mais de R$ 30 bilhões já terem sido cortados.

MINISTRO SUAVE

Para incrementar a articulação política do governo, tomou posse hoje, o  ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, Na solenidade, ele utilizou  gestos simples, mas importantes, fez afagos aos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e à bancada evangélica.

CIRO PUNIDO
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios determinou que Ciro Gomes (PDT) responda processo por difamação contra o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). A decisão foi tomada pela 3ª Turma na quarta-feira (3/7). Em 18 de março de 2017, Ciro, após a Conferência Nacional do PDT, em Brasília, teria dito que Doria era um “farsante” e que “enriqueceu fortemente com dinheiro público”. O governador pediu a condenação do pedetista por calúnia e difamação.

ECONOMIA

A Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) teve alta de 1,3% em maio, em relação a abril, na série com ajuste sazonal. Os dados foram divulgados hoje (4), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e mostram o quanto as empresas investiram e aumentaram seus bens de capital.

CONFIANÇA DOS EMPRESÁRIOS

O indicador do Ipea é um dos componentes do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) pelo lado da demanda e, de acordo com o instituto, seu crescimento sinaliza um aumento da capacidade produtiva das empresas, refletindo a melhora da confiança dos empresários nos negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *