Embrapa inicia suas atividades na AgroBrasília 2019

Da Assessoria

Começou nesta terça-feira (14) a 12ª da AgroBrasília – a Feira Internacional dos Cerrados. Na solenidade de abertura, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, assinou dois decretos. “O decreto traz dignidade aos nossos produtores rurais do DF, consolidando todos os benefícios que os produtores dos estados vizinhos têm”. Ibaneis conta que, por causa das diferenças tributárias, alguns produtores se mudavam em busca de menos tributos. E completa: “Agora, os agricultores do DF terão a mesma condição fiscal que estados vizinhos, não tendo que ‘fugir’ para outras regiões”.

O governador se refere ao decreto que zera a carga tributária em cinco operações agrícolas da capital. A determinação significa uma renúncia na arrecadação do ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação) estimada em R$ 20 milhões em 2019, mas que deve gerar um aquecimento econômico na ordem de 100 milhões, conforme estimativa do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa). Ibaneis agradeceu à Embrapa por manter sua sede no Distrito Federal e ajudar o governo local a cuidar de seus produtores.

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em exercício Marcos Montes, também presente na abertura, destacou que a importância da feira é o fato de ela reunir o que há de melhor no nosso setor – agricultura familiar, tecnologia, empresariado e cooperativismo. “Com essa mistura, encontramos aqui um ambiente altamente favorável para mostrar ao Brasil que só nesse caminho é que pode dar certo”, afirma. Ele ressalta que a Embrapa dispõe de mais de 800 tecnologias para a região e, junto com a Emater, dá o aporte necessário aos produtores para mostrarem ao mundo seu potencial.

Montes antecipou que a ministra Tereza Cristina está trabalhando junto com a equipe econômica do governo para lançar em junho o Plano Safra 2019/2020 para melhorar as condições dos produtores rurais brasileiros. Ele diz que, apesar das dificuldades econômicas pelas quais passa o País, o setor agropecuário é uma das prioridades do governo, já que é o responsável pelo equilíbrio da balança comercial brasileira. após a solenidade, o ministro visitou o estande da Embrapa.

O chefe-geral da Embrapa Cerrados Cláudio Karia participou da solenidade representando o presidente da Embrapa. Também estiveram presentes o secretário de Agricultura do Distrito Federal, Dilson Resende; o presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Rafael Prudente; a da Emater, Denise Fonseca; o da Federação de Agricultura e Pecuária, Joe Vale, além do presidente do Comitê Gestor da Feira, Ronaldo Triacca, e representantes do Banco do Brasil, Bradesco e BRB.

A AgroBrasília é a maior feira de agropecuária do Centro-Oeste e uma das cinco maiores do País, compondo o calendário das grandes feiras do agronegócio brasileiro. O evento acontece até o dia 18 de maio e a expectativa dos organizadores é que passem pelo local 120 mil pessoas e ocorra uma movimentação de R$ 1,5 bilhão em negócios.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *