Colheita da safra de soja começa e chega a 0,3% da área em Mato Grosso, diz AgRural

A colheita de soja da safra 2017/18 já começou no norte e no oeste de Mato Grosso. Até quinta-feira (11/01), as máquinas haviam passado por 0,3% da área cultivada com a oleaginosa no estado. Isso levou a colheita do Brasil a 0,1%, ante 1,1% no ano passado e 0,3% na média de cinco anos. Em Mato Grosso, há atraso em relação aos 4% de um ano atrás, mas ele tem mais a ver com o ritmo muito acelerado da safra anterior e com o plantio mais tardio da safra atual do que com as chuvas que caem sobre o estado agora em janeiro.

Como houve atraso no plantio, poucas áreas mato-grossenses estão prontas para a colheita de soja e, por enquanto, não se pode falar em perdas por excesso de chuva. Elas poderão ocorrer, entretanto, caso precipitações acima da média sejam registradas na segunda quinzena de janeiro e em fevereiro.

No Paraná, Mato Grosso do Sul e Goiás, que costumam começar a colheita de soja junto com Mato Grosso ou logo depois dele, ainda não há áreas colhidas dignas de nota, também devido ao atraso no plantio. No Paraná, que recebeu chuvas intensas nesta semana, percalços no início da colheita da região oeste podem ocorrer caso continue chovendo nas próximas duas semanas.

De acordo com a AgRural, para o Rio Grande do Sul e para o “Matopiba”, que plantam mais tarde, é importante que chova na segunda quinzena de janeiro e em fevereiro, pois é nesse período que as lavouras precisam de umidade para as fases reprodutivas, que definem a produtividade.

Com informações do SF Agro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *