Maggi cria Conselho de Ex-ministros, homenageados junto com servidores

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, assinou nesta terça-feira (19) a Portaria 2.500, que cria o Conselho Consultivo da Agropecuária do Brasil (Consab), integrado por ex-ministros da Agricultura. A escolha de ex-dirigentes da pasta para o Consab foi motivada pela capacidade, experiência adquirida, dedicação e serviços prestados. O objetivo do conselho é auxiliar na formulação de políticas públicas para o agronegócio e aprimorar a gestão estratégica do ministério. O grupo se reunirá no primeiro trimestre de cada ano e poderá ser convocado extraordinariamente

Durante solenidade no ministério, Maggi condecorou ex-ministros com a Medalha Mérito Apolônio Sales, por relevantes serviços prestados à agropecuária brasileira. Receberam a condecoração: Alisson Paolinelli, Arlindo Porto, Antônio Andrade, Francisco Turra, Iris Rezende, Kátia Abreu, Lázaro Barbosa, Roberto Rodrigues e Pedro Simon. Também receberam medalhas, por meio de representantes, os ex-ministros Delfim Netto, Armando Monteiro Filho, Joaquim Roriz, Luís Carlos Guedes, Marcus Vinícius Pratini de Moraes, Neri Geller e Reinhold Stephanes.

Servidores do ministério que completaram 50 anos de serviço público receberam Medalha-Prêmio de ouro 14 quilates, cunhada pela Casa da Moeda. Foi agraciado os servidores Aldeceir Alves da Cunha e Vilson de Oliveira Pinto, da Superintendência Federal (SFA) do Rio de Janeiro; Palmira Almeida Oliveira (SFA da Bahia); e Romero de Oliveira Campelo e Paulo Roberto Pereira da Silva (SFA de Pernambuco).

Houve ainda a premiação Mapa Servidor 2017, que contemplou três categorias: Atuação, Inovação e Boas Práticas, destinadas a reconhecer o esforço dos servidores e trabalhadores do setor público. Na categoria Atuação, foi premiado Pedro Junior, chefe da Seção de Apoio Operacional e Divulgação da Superintendência do Maranhão.

Com informações do portal do Mapa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *