Ainda tímida, soja passa para o lado positivo da tabela em Chicago; preços estáveis no BR

Nesta segunda-feira (27), os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago continuam caminhando de lado, mantendo sua tendência de lateralização e à espera de novidades que possam movimentar as cotações. A commodity, por volta de 12h50 (horário de Brasília), passava a atuar do lado positivo da tabela e trabalhava com pequenos ganhos de pouco mais de 1 ponto, com o maio/18 valendo US$ 10,16 por bushel.

Os traders não desviam seus olhares do clima na América do Sul e, portanto, do desenrolar da safra 2017/18. Na Argentina, o final de semana foi de algumas chuvas em zonas específicas de produção, mas ainda mostrando pouca abrangência e regularidade.

“Chuvas na sexta-feira passada em alguns pontos importantes da Argentina como as províncias de Santa Fé, Córdoba e Entre Rios, com índices variando de 5 a 20 mm e em alguns pontos acima, porém com boas previsões de chuvas a partir de quarta-feira até o próximo final de semana com índices de 10 a 50 mm cobrindo 60/65% das áreas de produção”, mostram informações apuradas pela Labhoro Corretora.

E a nação precisa da confirmação dessa e de mais precipitações para recompor sua umidade no solo e permitir a retomada dos trabalhos de campo de forma adequada. “As previsões para o Brasil são favoráveis ao desenvolvimento das lavouras e para a conclusão e término do plantio”, completa a Labhoro.

Com informações do Notícias Agrícolas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *