Embargo russo afeta setor de carnes no Brasil

Mais um abalo para o setor de carnes no Brasil: a Rússia decidiu suspender as importações de boi e porco. A decisão do governo russo atinge 48 frigoríficos brasileiros: 30 de carne bovina e 18 de carne suína. Na lista, estão algumas das maiores empresas do setor no país. A restrição é temporária, por tempo indeterminado.

Um documento interno do Ministério da Agricultura da Rússia diz que “em razão da presença da substância ractopamina em análises de carne brasileira, o departamento começará – a partir de primeiro de dezembro – o embargo de carne bovina, suína e derivados”. A ractopamina altera o metabolismo do animal, aumentando a carne magra e reduzindo a gordura. Por isso, a substância é usada principalmente em confinamentos, como ingrediente da ração para diminuir os custos do produtor.

No Brasil, o Ministério da Agricultura proíbe o uso da substância na alimentação do rebanho bovino há 5 anos, mas permite a ractopamina na criação de suínos. Em outros países, como China e Rússia, a utilização é proibida na ração de qualquer animal. Hoje, a Rússia é o maior comprador de carne suína brasileira e o quinto de carne bovina.

Com informações do Globo Rural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *