Programa de investimento tem 30 obras prioritárias

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) está finalizando um programa de investimentos logísticos que reúne as 30 obras prioritárias, capazes de gerar, com poucas intervenções, os impactos mais significativos para a competitividade do agronegócio nacional. O plano, que já está sendo debatido com o Ministério dos Transportes, deverá ser apresentado ao presidente Michel Temer em dois meses, informa Eumar Novacki, secretário-executivo do Mapa.

No momento, os grupos de trabalho dos dois ministérios estão empenhados em classificar as obras entre as que apresentam potencial para atrair investimentos privados, as que demandam uma estrutura de Parceria Público-Privada (PPP) e aquelas que são dependentes do aporte financeiro do Estado. A expectativa no Mapa é que os projetos de interesse privado possam ser licitados em 2018. “Vamos apresentar os projetos com sua lógica de viabilidade econômica, o que deve atrair o investidor”, diz Novacki.

O programa inclui projetos de média e longa maturação em todos os modais logísticos. As obras prioritárias, segundo Novacki, foram escolhidas com base em dados sobre produção e corredores de escoamento da safra elaborados pela Embrapa Monitoramento por Satélite. “Adotamos critérios científicos, deixando de lado a subjetividade do interesse político”, diz o secretário.

Com informações da CNA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *