Exportação de frutas tem destaque em missão à Espanha

Em missão oficial à Espanha, o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eumar Novacki, viajou com objetivo de aumentar o comércio bilateral e atrair investimentos para setores-chaves do agronegócio brasileiro. O setor de fruticultura é um dos prioritários, tendo em vista o potencial exportador, já que o Brasil é o terceiro maior produtor mundial nesse segmento, depois da China e da Índia, mas exporta apenas 2,5% do que produz.

“Precisamos melhorar nossa posição no mercado de frutas. O mercado internacional é imenso e estamos aqui para dizer ao mundo que as frutas brasileiras são de altíssima qualidade e precisam ser mais conhecidas”, afirmou Novacki, em Madri. Aumentar a participação do segmento na balança do agronegócio, segundo ele, ajudará a atingir a meta do ministério de elevar a participação brasileira no agro mundial de 7% para 10%, em cinco anos.

O país ocupa a 15ª posição no ranking de exportação de frutas. A expectativa é que o Brasil dobre a produção em cinco anos e aumente em, pelo menos 50%, o volume de exportações em dois anos.

Dados contidos no Plano Nacional de Desenvolvimento da Fruticultura, que está sendo elaborado pelo Mapa em parceria com o setor privado, revelam o destaque de países vizinhos, como o Chile e o Peru no comércio internacional de frutas, alcançando resultados muito positivos. Participam do plano a Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas) e a Associação Brasileira da Fruticultura.

Com informações do MAPA. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *