Fertilização desempenha cada vez mais um papel-chave

“A fertilização desempenha cada vez mais um papel-chave na produção de alimentos de boa qualidade e em larga escala”. A afirmação é da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) – considerada a mais importante instituição mundial direcionada à promoção das políticas de combate à fome, produção agropecuária e sustentabilidade.

“Isso porque as demandas são crescentes e precisamos aumentar a produtividade em termos globais, sempre pensando na sustentabilidade. A ideia é articular práticas para garantir a alimentação das gerações futuras com níveis de produtividade que também atendam às questões ambientais. Este, aliás, é um grande desafio”, apontou o representante da entidade no Brasil, o engenheiro agrônomo Alan Bojanic.

O especialista destacou como exemplo a importância da iniciativa Nutrientes para a Vida (NPV), que realiza a difusão do uso e manejo responsável de fertilizantes para a produção agrícola do Brasil. Trata-se de uma iniciativa de representantes de associações, sindicatos e da indústria de insumos para um “trabalho educativo e esclarecedor ao público leigo brasileiro”.

Bojanic destaca ainda a promoção de programas de fertilização do solo na Ásia, na África e na América Latina. Cita ainda o trabalho da FAO na “revolução verde” em áreas do cerrado brasileiro como um experimento de sucesso: “Essas ações incentivam o uso de fertilizantes na agricultura”, afirma o executivo, ao ressaltar a relevância da missão da iniciativa Nutrientes para a Vida.

Com informações do Portal do  Agronegócio. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *