Stoller lança solução inovadora para o controle de nematoides na cana-de-açúcar

A Stoller do Brasil traz ao mercado a solução inovadora para o controle de nematoides na cultura da cana-de-açúcar. O bionematicida Rizotec, é fruto de mais de 15 anos de pesquisas, possuindo resultados comprovados em campos experimentais e comerciais de diversas regiões do país.

O nematicidade biológico atende uma demanda antiga dos produtores para o controle da doença na cultura. Estima-se que os nematoides são responsáveis por prejuízos superiores a R$35 bilhões anuais em diferentes culturas no Brasil. Na cana, eles atuam diretamente na redução de longevidade e produtividade dos canaviais.

De acordo com a pesquisadora Leila Dinardo Miranda, do Instituto Agronômico (IAC), análises de solos cultivados com cana-de-açúcar em diversas regiões do país, mostram que 97% das amostras analisadas têm a presença do nematoide Pratylenchus zeae, outras 35% contém o Meloidogyne javanica, 20% o M. incognita e 35% o P. brachyurus, comprovando que o parasita é um sério problema para o desenvolvimento da cultura no país.

Segundo Miranda, os nematoides podem reduzir a produtividade da cana-de açúcar de primeiro corte de 20% a 30%. Além disso, causam a queda de produtividade entre 10% a 20% por corte das soqueiras, reduzir a longevidade do canavial em cerca de um corte.

O bionematicida, Rizotec, se diferencia por ser um isolado do fungo Pochonia chlamydosporia (Cepa PC 10), que foi selecionado por sua virulência aos nematoides e pela alta capacidade de se reproduzir, além da boa permanência no solo e estabilidade nos resultados. O bionematicida apresenta alta efetividade de parasitismo de ovos, de indivíduos juvenis e controle de fêmeas de diferentes espécies de nematoides.

Com informações do Portal do Agronegócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *