Folhas acumulam óleo combustível

Ao se alimentar demais, o ser humano engorda. As plantas podem sofrer o mesmo efeito, mas acúmulo tem um fim mais útil: aumento na produção de óleos que podem ser usados como biocombustíveis. É oque mostram pesquisadores norte-americanos em um estudo feito em laboratório e detalhado na última edição da revista Plant Physiology.

A equipe criou espécies de plantas com vias de transporte de energia bloqueadas, o que fez com que os açúcares produzidos durante a fotossíntese fossem acumulados nas folhas, em vez de se espalharem pela planta inteira, como ocorre naturalmente. “As plantas fazem a própria comida. Convertem a luz solar, a água e o dióxido de carbono em açúcares através da fotossíntese, e esses açúcares geralmente são transportados por toda a sua estrutura”, explica, em comunicado, John Shanklin, bioquímico no Laboratório Nacional Brookhaven do Departamento de Energia dos EUA e um dos autores do estudo.

Eles suspeitavam que a concentração do açúcar nas folhas aumentaria a produção de óleo, o que foi confirmado pelos experimentos. “Mutações genéticas que diminuíram o transporte de açúcar para fora das folhas fizeram com que os níveis de açúcar nas folhas aumentassem. Esse excesso de açúcar impulsiona o aumento da produção de óleo”, resume Shanklin.

Com informações da Abinee. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *