Próxima safra de soja deve ter ajuste e produção de 8,3 milhões de toneladas

Apesar da última safra de soja em Mato Grosso do Sul ter sido recorde em produção, com boa colheita e ótima produtividade, a estimativa para 2017/2018 é que a safra seja de ‘ajuste’, com redução de 2,1%, sendo produzidos com 8,3 milhões de toneladas, segundo estimativa da Aprosoja/MS (Associação de Produtores de Soja).

O lançamento do plantio aconteceu nesta segunda-feira (18) em Ponta Porã, distante 323 km de Campo Grande. O presidente da Aprosoja, Christiano Bortolotto, explica que o último ciclo de verão do Estado foi de resultados excepcionais. “A produção e a produtividade foram ‘fora da curva’ na safra 2016/2017. Portanto, agora, o ciclo 2017/2018 é uma safra de ajuste. Quando vamos fazer uma projeção de safra, precisamos projetar algo dentro da realidade possível que entendemos como viável, e os números que apresentamos consideramos viáveis”, analisou.

Mesmo com a redução de produção, em 10 anos, o volume de soja produzido nas lavouras do Estado saltou de 4,8 milhões de toneladas para 8,5 milhões de toneladas, crescimento de 74%.

Com relação à produtividade, a projeção para o próximo ciclo é de redução de 3,74%, passando de 56,1 sacas por hectare, para 54 sacas por hectare. O número continua positivo quando considerados os últimos 10 anos, quando esse índice subiu 19,8%, de 46,83 sacas por hectare para 56,1 sacas por hectare.

Com informações do Portal do Agronegócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *