Conab divulga safra de grãos

Por Hulda Rode

Da Reportagem

 

A safra de grãos deve chegar a 238,7 milhões de toneladas, é o que revela o 12° Levantamento da Safra 2016/2017 divulgado nesta terça-feira (12) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Os dados mostram um crescimento de quase 28% em relação a safra anterior.

Segundo a Conab, a safra da soja chegou a 114 milhões de toneladas; o milho 67,25 milhões; o algodão 1,53 milhões; o ciclo do arroz teve um total de 12,33 milhões, e a primeira safra do feijão será de 1,36 milhões. Já o trigo apresentou queda e a produção deve chegar a 5,19 milhões.

O diretor de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Silvio Farnese, comenta que os resultados mostram o dinamismo do setor.

“Nós tivemos um crescimento de quase 30% da produção, com um crescimento na área plantada de 4,4%. Mostra o nível de produtividade crescente na agricultura brasileira, e isso se deve a alguns fatores, como o padrão tecnológico que hoje a agricultura brasileira está desenvolvendo hoje, o conhecimento que o produtor tem hoje com as suas atividades e a preocupação com o meio ambiente faz com que tenha uma agricultura muito produtiva, com respeito máximo ao meio ambiente”.

Aroldo de Oliveira Neto, superintendente de Informações de Agronegócio da Conab. (Foto: Ricardo Padue)

Para o superintendente de Informações de Agronegócio da Conab, Aroldo de Oliveira Neto, a resposta da safra se deve a alguns fatores, como crédito rural e custos de produção.

“Tivemos um clima excepcional; o crédito rural estava a pronto e a hora para o produtor utilizá-lo; os custos de produção foram menores no início da safra em função dos preços baixos, somente os fertilizantes e dos agrotóxicos; tivemos pacotes tecnológicos que foram empregados pelo produtor de forma que tivesse uma boa rentabilidade e boa produtividade e por fim, todos esses componentes não trariam o resultado que nós temos se não tivesse uma boa gestão pelo produtor”, avalia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *