HughesNet oferece banda larga via satélite como alternativa eficaz na informatização do campo

O acesso à internet ainda é um desafio para boa parte da população da zona rural do Brasil. De acordo com pesquisa do Sebrae¹, a maior parte dos produtores rurais do País (59,1%) depende do celular para acessar a internet, mesmo com essa conexão, considerada a de pior qualidade. A maioria dos demais (58,2%) não utiliza a internet, porque não há conexão disponível.

Pensando em encurtar distâncias e oferecer uma solução eficaz para a informatização do campo, no ano passado a HUGHES lançou no Brasil a HughesNet, banda larga via satélite voltada principalmente para locais não assistidos ou com soluções que não proporcionem uma experiência completa ao consumidor.

A grande vantagem do serviço em relação a outros serviços em zonas rurais e pequenos centros é a ubiquidade. Com a banda larga da HughesNet, o consumidor recebe internet em qualquer lugar, a qualquer hora. Isso é possível porque o serviço opera na banda Ka, faixa na qual os satélites trabalham com custo menor e recebem altos padrões.

Atualmente, o Brasil possui 9,7 milhões de domicílios em área rural. Desses, 6,7 milhões estão cobertos pela HughesNet, o que equivale a quase 70% dos domicílios localizados em zona rural. Até 2018, a companhia pretende ampliar o atendimento para 90% do País, chegando a 4.900 municípios.

Informações do AgroLink. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *