CNA acompanha negociação comercial entre Brasil e México

Acompanhamento de negociações em curso e o fortalecimento do comércio agropecuário entre Brasil e México estarão na pauta das reuniões do Vice-Presidente Executivo da CNA, Roberto Simões, e da Superintendente de Relações Internacionais, Ligia Dutra, na Cidade do México.

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil integra a comitiva do setor privado brasileiro nas negociações para a ampliação do Acordo de Complementação Econômica entre o Brasil e o México (ACE-53). As reuniões acontecem entre quarta (30) e sexta-feira (1).

Roberto Simões, que também preside a FAEMG, disse que o encontro “é uma iniciativa que busca fortalecer o processo de negociação e a abertura de novas possibilidades de negócios para o Brasil”.

“O México é uma grande economia, entre as maiores da América Latina, e um grande importador do agronegócio. Por isso vejo com grande esperança o fortalecimento desse relacionamento econômico, com a expectativa de que possa resultar em novos acordos bilaterais de negócios voltados ao agronegócio”, afirmou Simões.

Segundo Lígia Dutra, o “empresariado brasileiro está indo ao México buscar novas oportunidades de negócios com parceiros daquele país”.

“O Brasil tem pouco comércio bilateral com o México para produtos do agro, que em 2016 representou menos de 1 bilhão de dólares. Portanto, há um grande espaço para aumentar as trocas comerciais, com potencial de beneficiar os dois países”, afirmou Lígia.

De acordo com a Superintendente de Relações Internacionais da CNA, os produtores rurais brasileiros gostariam de ver na pauta do Acordo itens do agro como café, leite em pó, carne bovina, milho, frutas, entre outros.

Informações da Assessoria de Comunicação CNA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *