Área com tomate no Brasil deve cair este ano

A área cultivada com tomates no Brasil deve recuar na safra de verão 2017, prevê o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). A estimativa leva em consideração a queda na demanda e dos preços do produto.

Conforme o pesquisador do Cepea, João Paulo Deleo, o Brasil cultiva 40 mil hectares de tomate, metade desta área é composta de tomate de “mesa” e a outra metade, de tomate “indústria”.

“A área recuou no ano passado – quando os preços em baixa desestimularam os produtores – e a tendência é de um recuo significativo no próximo ano”, afirma o pesquisador do Cepea.

Apesar da perspectiva, Deleo ainda não pode quantificar essa retração e nem o impacto esperado na produção. “Isso ainda dependerá do clima e da produtividade”, diz.

Um dos fatores que contribuem para a tendência de redução de área é o preço. De acordo com o Cepea, o valor recuou 6,82% para a caixa de 20 quilos na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) na semana de 7 a 11 de agosto. O preço vale para o tomate salada do tipo 2A, que caiu para R$ 27,33 a caixa.

Com informações do Portal do Agronegócio. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *